Sobre Aline Caldas Retratos

Sobre

Aline Caldas

Ceder a padrões sociais jamais foi algo fácil para mim. Por muito tempo tentei, no entanto, me convencer de que seria algo necessário. Ignorei as expectativas. Padrões simplesmente não combinam comigo. Larguei tudo e escolhi fotografar. Escolhi a arte, a poética da vida e a liberdade não apenas sobre o tempo, mas especialmente a liberdade criativa. Escolhi os olhares que fotografavam ainda sem câmera.

A fotografia sempre esteve aqui, da paixão pelo cinema transformando o olhar em algo as vezes dito cinematográfico. Inspiro arte e expiro algo meu. Não haveria como escolher entre tudo o que meu olhar deseja admirar. Me deixo levar. Enxergo os laços entre os nascimentos que originam a vida, os doces presentes em nossos momentos mais especiais, os retratos que trazem beleza e leveza, e a dança que carrega sonhos eternizados. A moda que nos veste de nós, a natureza que nos cerca e que, amor de infância, do sonho de ser veterinária, jamais poderia relegar para longe de mim. Não me falta foco ou objetivo. Me enxergo cada vez mais eu.

Não preciso escolher uma única coisa para fotografar porque já escolhi retratar a vida, e estarei de braços abertos para tudo o que ela me trouxer.