09/04/2021 às 23:21 Fotografia

Por que eu fotografo?

55
2min de leitura

Me formei em publicidade. Fiz pós. Outra graduação. Mas, em todos os empregos CLT que eu tive, faltava alguma coisa. Fosse autonomia, ou liberdade criativa (quem é publicitário sabe que os flanelinhas de layout tão aí pra limar qualquer criatividade), ou de ter um propósito.

Não, não acredito que a publicidade é a vilã de todo o consumismo. Outros fatores estão por trás. Mas eu sentia falta de um motivo para levantar todos os dias que não fosse ganhar um salário. Sentia falta de me sentir construindo algo que não fosse um castelo alheio, de poder dividir aquilo que faço da forma que eu quisesse e, também, de poder criar algo realmente meu, algo em que eu acredito de verdade. A fotografia me encontrou ainda na publicidade, mas, na época, não teve espaço para ficar. Até que um dia, junto com todas essas frustrações que citei, ela veio como a solução.

A fotografia, sim, me permite criar. Mais que isso, a fotografia me permite estar perto de causas nas quais eu acredito, como a causa animal e também o microempreendedorismo. Foi através do meu trabalho como fotógrafa que encontrei formas de ajudar. Não tem preço.

Fotografar é compartilhar com o mundo muito de mim. Quando faço retratos como aquele da Flora com os cachorrinhos dela fazendo a festa, do Jon e da Paula de olhos fechados enquanto ainda esperavam o Theo, ou dos profissionais que já passaram por aqui, é porque acredito na importância da fotografia na vida de cada uma dessas pessoas.

Ter uma memória, um sentimento, um momento da vida retratado, é maravilhoso. Mas, retratar, é único.

Aqui em casa sempre valorizamos a fotografia. A gente se arrumava pra fazer fotos com nossos filmes de 36 poses. Tinha filme pra viagem, pra passeio de escola, pra reunião de família. É graças a essas fotografias que tenho cada memória de infância viva. Lembro até mesmo de sons e cheiros que me cercavam enquanto criança naquelas cenas cotidianas.

Fotografar é saber que os que passam pelas minhas lentes também terão essa experiência. Lembrarão como aquele dia, momento ou sentimento foi único.

Em tempos de stories, em que as memórias tendem a durar 24 horas, a fotografia é uma guerreira que existe para fazê-las durar anos.

09 Abr 2021

Por que eu fotografo?

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

fotografia photography propósito retratos

Quem viu também curtiu

01 de Ago de 2020

5 documentários sobre fotografia disponíveis no YouTube.

14 de Jul de 2020

O corpo documentado.

01 de Ago de 2020

A arte na contramão do retrocesso.

Oii! Como posso te ajudar?
Logo do Whatsapp